Diário dos Carnaubais

MENU

Notícias / Piauí

Pai de médica amarantina desmente informação sobre óbito; ela segue na UTI em estado gravíssimo

A situação é delicada, e ela luta arduamente para sobreviver, enquanto a equipe médica faz todos os esforços possíveis para estabilizá-la.

624
Publicidade
Pai de médica amarantina desmente informação sobre óbito; ela segue na UTI em estado gravíssimo
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A pediatra Laysa Lira, de família conhecida na cidade de Amarante, enfrentou um momento crítico em sua luta contra uma dengue hemorrágica ao sofrer uma parada cardíaca neste domingo (19). Inicialmente, a família recebeu a trágica notícia de seu falecimento, mas, segundo o Dr. Agenor de Almeida Lira, pai da paciente, os médicos conseguiram reverter a situação e conseguiram reanimá-la. Apesar do sucesso na reanimação, o estado de saúde de Dra. Laysa permanece gravíssimo, causando grande preocupação entre seus entes queridos e a equipe médica.

A gravidade do quadro clínico de Dra. Laysa Lira torna a sua recuperação completa um novo desafio para os profissionais, conforme informado pelo Dr. Agenor. A situação é delicada, e ela luta arduamente para sobreviver, enquanto a equipe médica faz todos os esforços possíveis para estabilizá-la. A comunidade médica e os familiares mantêm-se esperançosos, embora conscientes das limitações impostas pela severidade de sua condição

Há cerca de uma semana, a dengue hemorrágica vitimou o pequeno Rafael Lira Matias, filho da pediatra Laysa Geovanna Lira e do urologista Ricardo Matias. Ele veio a óbito, na última terça-feira (07).

A dengue hemorrágica, uma forma mais severa da dengue, é causada pelo vírus transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti. A doença se caracteriza por febre alta, dores intensas e, nos casos mais graves, hemorragias que podem levar ao óbito, como ocorreu com Dra. Laysa e seu filho Rafael. 

A situação atual reforça a necessidade de intensificar as medidas de prevenção contra a dengue, que incluem a eliminação de focos do mosquito transmissor, cuidados domiciliares e campanhas educativas.

 

Fonte/Créditos: Somos Notícia

Créditos (Imagem de capa): Reprodução

Comentários:

Veja mais

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!